Recompensa EP

by Quarteto de cinco

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $7 USD  or more

     

1.
03:54
2.
03:55
3.
4.
04:29
5.
02:49
6.
04:03

about

Sotaque claro, rock com swing característico.
Guitarras, baixo, bateria. Cantor.
Timbre definido, execução precisa e muita vontade de mostrar suas composições.

Com o nome firmado no cenário musical baiano, o Quarteto teve o seu trabalho reconhecido no ano de 2010, quando ganhou o prêmio Bahia de Todos os Rocks, na categoria "iBahia Garage Band", o que a levou a tocar no Festival de Verão Salvador 2011. Ainda no início de 2011, o Quarteto de Cinco foi selecionado para tocar em cinco cidades no evento Grito Rock, realizado simultaneamente pelo Circuito Fora do Eixo em mais de 130 cidades do Brasil e da América Latina. Com isso, foi a única banda baiana a tocar nas quatro cidades do estado participantes (Salvador, Vitória da Conquista, Feira de Santana e Camaçari), bem como na cidade de Aracaju/SE. A banda ainda foi uma das atrações do 1° Festival de Primavera de Morro de São Paulo/BA no mês de setembro, onde dividiu o palco com artistas como Vanessa da Mata, Capital Inicial e Monique Kessous.
Em setembro de 2011, a Quarteto de Cinco sagrou-se vitoriosa, por unanimidade, do festival Yamaha Brazilian Beat, competição nacional de bandas independentes. A final do festival ocorreu na cidade de São Paulo e contou, entre os jurados, com Frejat, Derico (Programa do Jô) e Tico Santa Cruz (Detonautas), entre outros. Com a vitória, a banda baiana representou o Brasil no Asian Beat, festival mundial de bandas independentes, que ocorreu em novembro na cidade de Seul, Coreia do Sul.

O EP “Recompensa”, primeiro lançamento da banda pelo Selo Coaxo do Sapo, surgiu logo após a banda participar do projeto “A cara e o coração”, que também em 2011 prestou homenagem ao cantor e compositor Guilherme Arantes.
Neste novo trabalho, 5 faixas autorais, onde a banda destila parte de seu repertório único.

A mistura do rock´n & roll com a forte influencia que a musica baiana tem em seu dia a dia. Quarteto de cinco não esconde suas origens e nem mesmo suas influencias.
Fechando o pacote deste primeiro EP, a banda incluiu uma das faixas de Arantes que eles regravaram para o projeto, intitulada “Boa viagem” (1978).
E durante apenas 2 dias de gravação, com execuções ao vivo de suas musicas, Quarteto de cinco mostra por que é uma das bandas mais envolventes do cenário atual de rock de Salvador.
Agora, banda e gravadora planejam novos desafios, para a criação do primeiro disco.

credits

released November 15, 2013

Ficha técnica:
Voz – João Victor
Guitarras – Silvio de Carvalho e Beto Calansans
Baixo – Coelho
Bateria – Thiago Gomes (*convidado)

Produzido por Quarteto de Cinco, Gabriel Martini e Pedro Arantes
Gravação, mixagem e masterização: Gabriel Martini e Pedro Arantes
Arte gráfica – Pietro Leal

tags

license

all rights reserved

about

Coaxo do Sapo BA, Brazil

Encravada no meio da restinga do litoral norte da Bahia, a Produtora Coaxo do Sapo tem como proposta a geração de conteúdo fonográfico e visual, com foco na imersão total nos trabalhos a serem desenvolvidos. Nosso objetivo como produtora fonográfica é ser um ponto de encontro, um local de produção, possibilitando projetos sem interferências externas, num clima de sossego e paz. ... more

contact / help

Contact Coaxo do Sapo

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Recompensa
Recompensa
(Silvio de Carvalho)

Um dia ela chegou tão diferente
E me assustou com uma proposta indecente
Que tal a gente e um abajur à meia-luz?
Um vinho barato regando nossos corpos nus

Eu nunca tinha visto tão ardente
Me assustou mesmo com cara de inocente
Que tal a gente juntando nossos corpos nus?
O vinho barato deixou os nossos corpos quentes

E me levou numa dança louca
Como nunca fui feliz
Pude sentir seu gosto em minha boca
Recompensa do que fiz

Um dia ela chegou tão diferente
Me assustou com um forte grito renitente
Pode ir embora, agora é nunca mais pra sempre
Até outra hora, porque é que você sempre mente?

Bateu a porta e foi como uma louca
E nem pôde ouvir a canção que fiz
Fez tanta coisa por tanta coisa pouca
Recompensa do que fiz
Track Name: Talvez não
Talvez Não
(Silvio de Carvalho)

Se eu te peço você diz “talvez”
Assustada como um coelho, um alvo fácil
Se me desejas, isso eu não sei
Me nega, pede um tempo pra pensar em quê?

Fala, não fuja, não pense em nada
Aja ou apenas me mate aos poucos

Se eu tento não consigo o impossível
O disfarce é o artifício de quem quer mostrar
Mas será que só você não vê
Que não consigo, mais seguro, mais quero

Quando me fala, me explica, me diz
Tempo agora sou eu quem implora

Se você não me quer, então não faz assim
Sou eu ou você quem é, me diz só não me deixa
Se você não me quer, me olha e diz que não vai
Mas se você quiser, me beija e não me deixa

Se eu tento não consigo o impossível
O disfarce é o artifício de quem quer mostrar
Mas será que só você não vê
Que não consigo, mais seguro, mais quero

Quando me fala, me explica, me diz
Tempo, agora sou eu quem implora

Se você não me quer, então não faz assim
Sou eu ou você quem é, me diz só não me deixa
Se você não me quer, me olha e diz que não vai
Mas se você quiser, me beija e não me deixa esperar
Track Name: Não me fale nada
Não Me Fale Nada
(Silvio de Carvalho)

Não me fale nada porque nada
Que você me falar
Vai romper o medo
Estou por um dedo

Olhe minha cara tô de cara
Com o que faz esse olhar
E o seu apego um desassossego

De passo a passo eu vou
Me acostumando
Sem dor, nem laço o ardor
Me inflamando
Me sara e aquela dor
Vai se acabando
O novo não é tão estranho

Melhor que me parta, mas não parta
Se não for pra voltar
Me acorde mais cedo
Com pecado nos dedos

Esqueça de contar
As horas que passam
Melhor aproveitar
Aquelas que sobram

De passo a passo eu vou
Me acostumando
Sem dor, nem laço o ardor
Me inflamando
Me sara e aquela dor
Vai se acabando
O novo não assusta tanto

Me sara e aquela dor
Vai se acabando
O novo não é tão estranho
Track Name: Tá na cara
Tá Na Cara
(Silvio de Carvalho)

Ela nunca está no mesmo lugar
Está sempre cansada, ferida
Coitada, de cara amarrada

De manhã ela acorda antes do galo cantar
De noite é cigarro, cerveja
Bala, docinho, balada

E tudo isso ela faz por você
E isso ela faz por querer esquecer

Que o seu sorriso amarelo é uma farsa
E quase sempre diz que não é feliz
Isso eu sei, porque tá na cara!

Tem muitos amigos, mas teme a solidão
Por isso a cada mês, quase sempre
Ela inventa uma nova paixão

Quando o dia acaba reza pra não voltar
Porque a sua casa é o lugar
Onde ela nunca queria estar

E tudo isso ela faz por você
E isso ela faz por querer esquecer

Que o seu sorriso amarelo é uma farsa
E quase sempre diz que não é feliz
Isso eu sei, porque tá na cara!
Track Name: Nó

(Silvio de Carvalho/Keu)

Eu sei que muito demora pra gente entregar
Um coração cansado que tem medo de chorar
E é lá bem longe além d’onde a vista dá
Que mora o nó da dor que o meu coração amarra

Levo a vida só a pé
Até se desgastar o nó
Ou até onde Deus quiser

Não vou parar de procurar
Um onde esse lugar
Pra desatar e farei tudo o que puder

Não vou cumprir minha condição não

Com o nó lá bem distante, nada posso, deixo estar
Espero, faço hora, deixo a vida passar
Mas quem irá meu Deus que p’ronde e’lhá de me levar
Seja um lugar que eu possa enfim me desatar

Levo a vida a pé e só
Me desgastando em pó
Ou até o nó da dor eu desgastar
Melhor seguir mesmo sem ter pra onde ir
Ou sem saber direito aonde isso vai dar

Acho que não há condição não
Track Name: Boa viagem
Boa Viagem
(Guilherme Arantes)

Tem amigos seus em Nova York
Que vivem de artesanato
Ou cantando bossa-nova nos bares
Se arranjam de qualquer jeito
E lhe escrevem todo mês contando
Que lá é um barato
Apesar de que às vezes pinte a dureza
E eles têm de lavar pratos

Você diz que o pessoal por aqui
Está séculos atrasado
Em comparação ao que você acha
Ser o mundo civilizado
Você diz que aqui ninguém demonstra
Respeito ao seu trabalho
De perder seu tempo lutando em vão
Você está cansado e velho

Boa viagem!
Se o seu sonho é ir morar nos States
Compre a passagem, pague as taxas, faça as malas
E se mande de vez

Você crê que logo ao descer
Do avião em solo ianque
Os problemas e as neuroses
Vão te deixar no mesmo instante
Você diz que lá na América
As pessoas têm mais valia
Quer dizer, se você mudasse pra lá
O sofrimento acabaria?

Boa viagem!
Se o seu sonho é ir morar nos States
Compre a passagem, pague as taxas, faça as malas
E se mande de vez