We've updated our Terms of Use. You can review the changes here.

Rádio Lixão

by Filarmônica de Pasárgada

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $7 USD  or more

     

1.
Uma canção 04:01
Uma canção (Marcelo Segreto) para Guto Lacaz Vou-me embora, vou-me embora prenda minha Vou correndo só pra ver o meu amor Sem a tua, sem a tua companhia Que não sai, que não sai de mim, não sai Sósósó por ter sosososofrifrido Vamos todos cirandar Jardineira, leia na minha camisa Baby, eu sei que vou te amar Um pierrô apaixonado Que vivia só cantando Se essa rua, se essa rua, Se essa rua fosse minha Se essa rua, se essa rua, Se essa rua fosse minha Pelo amor da colombina Arlequim está chorando Se essa rua, se essa rua, Se essa rua fosse minha Se essa rua, se essa rua, Se essa rua fosse minha Logo ali tão perto, tão ao meu alcance, tão distante, tão real Petulante www ponto poderosa ponto com É segredo, é sagrado, está sacramentado em meu coração Descompasso passo o riso dela solidão Há quanto tempo desejo seu beijo molhado de maracujá Já sei namorar, já sei beijar de língua, agora só resta sonhar Tantos beijos loucos, tantos gritos roucos como não se ouvia mais Como mil canções e amores de outros carnavais
2.
Amor e carnaval (Marcelo Segreto) A Teresa foi pra praia Arnesto pro interior Sabadão de carnaval Eu chamando o pessoal Todo mundo viajou O Geraldo foi pro Rio Bebete pra Salvador Foram tudo pra Pasárgada Recife São Luís Só que ninguém me convidou Quem ficou também dançou Com a Ivete na tevê Pula pula de canal Pois amor e carnaval Não existe em SP E tira o pé do chão E põe o pé no pufe Afunda no sofá Que o pijama é abadá Na quarta-feira você
3.
Ela é dela 02:28
Ela é dela (Marcelo Segreto) Pra ela passar Toda rua é passarela Na vila tem fila pra vê-la desfilar E sai abrindo bocas e janelas No ponto não espera que até reservado pára Assobia, assobia a buzina E o brejo corteja: - Ô princesa! Mas ela não beija e já vai... Todo mundo quer saber O que é que a fulana tem? Nunca foi Teresa Nunca foi da praia Não é de ninguém Ela é dela
4.
Fiu fiu 02:39
Fiu fiu (Marcelo Segreto) Quando eu passo você olha Assovia faz fiu fiu Todo dia, toda hora Vai pra puta que o pariu Papo tipo Ricardão Quer me botar na sua lista Ok, comigo não Come a capa da revista Fiu fiu fiu fiu Fiu fiu fiu fiu Fiu fiu fiu fiu Fiu fiu fiu fiu Na muvuca do metrô No abuso do busão Lá no bonde minha vó Tira o olho tira a mão Tem cachorra e popozuda Na telinha dando ibope Comigo não tem papo Vai trepar com o lap top então Fiu fiu fiu fiu Fiu fiu fiu fiu Fiu fiu fiu fiu Fiu fiu fiu fiu
5.
Mil amigos 04:14
Mil amigos (Paula Mirhan/Marcelo Segreto) para Caetano Veloso e Gal Costa Você Eu sei Precisa se lembrar Precisa saber De quem? O que? Que vai avante ante anteontem Pelé guerrilha iê iê iê Você Eu sei Precisa respirar Precisa esquecer Não sei Não sei Cidade medo mais de mil amigos E um refrão a palpitar Na minha camisa No vento, no anular No fone de ouvido Na foto, no toque do seu celular Que ninguém memoriza Que você não precisa Mas não pode parar
6.
Muro muro Morumbi (Julinho Addlady) para Chico Buarque Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Tem futuro tem pré-sal Bençoada essa nação Nunca teve taleban Nunca teve furacão Tem turista no verão Tem madame no bem bom Inocente sem noção No bondinho no Leblon Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi E pro Pedro Pedreirú Tem ainda andaimí Tijolú com tijolú Ah lelek lelek Tem até feicebuquí Tem dinheiro no bancú Tem funk cariocá Deus lhe pague obrigadú Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Tem chorume e lagrimá Tem salário minimú Pinheirinho Africá Tem cartão de creditú Tem quilombo traficú Tem sabor de polvorá Pra morrer no sábadú Proparoxitoná Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi Muro muro Morumbi
7.
Tic Tac 02:41
Tic tac (Marcelo Segreto) De porre mucho lôco De pinga com refri Na pista poperô Dançava até cair Não tinha professor Polícia pai tupã De fone nas oreba Ouvia walkman Sem lenço e documento Cantava eu vô eu vô Zanzava de buzú De disco voador Olho no relógico Sentado na poltrona No trono de um apê Pipoca pro macaco Salário pra você A casa o casamento Conta pra pagar Barriga carro chefe Filho celular Deitado na banheira Sopa de tiozão O tempo se acabando Na televisão Olho no relógico
8.
Meio dia 04:10
Meio-dia (Marcelo Segreto) Meio-dia D Filho avô você Não sei Nem ninguém Por quê Tudo até aqui Quase sem querer Não sei Nem ninguém Pra quê Como um refrão Em loop Vida se pá parou por ali Posso dançar Tão triste Tempo se pá passou e eu não vi
9.
Cadente 03:59
Cadente (Marcelo Segreto) Cadente, que? Cadê? Estrela ela lá Sozinha no metrô Assim que eu te vi O fim começou Poeira da paixão Que o vento já levou Amor amor amor Assim que eu nasci O fim começou Teu beijo não tem fim Teu lume não tem fim Teu fio não tem fim Teu tempo não tem fim Teu gesto não tem fim Teu brilho não tem fim Teu rio não tem fim Teu pulso não tem fim Teu riso não tem fim Teu fogo não tem fim Teu rumo não tem fim Teu canto não tem fim
10.
Naquele Sonho (Guilherme Meyer/Marcelo Segreto) Naquele sonho em que eu sonho que sonho Você vive a me esperar Como novela, mas fora da tela Comigo a contracenar E esse cenário é um lugar tão distante Que o despertador não consegue chegar Nosso luar é um poste de luz E o barulho do mar é ruído branco da rua Mesmo que a orquestra não toque Que o rádio não pegue Que a voz enrouqueça Vou dançar, sim, todo salão E o céu, solto a girar Vai que assim tão longe do chão Você seja meu par
11.
Blá blá blá (Marcelo Segreto) Tudo o que eu te falo vai pro ralo Tudo o que eu te digo cê nem liga Opinião pedido aviso confissão conselho dica Tudo o que eu te canto não te toca Tudo o que eu te toco não te encanta Latino hino nacional tche tche rê rê Leci ciranda Meu papo pra você será que pouco importa Será que eu tô falando alguma língua morta No face ou na cara Camões ou bê-á-bá Tudo o que eu te falo é blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá Blá blá blá blá blá blá blá blá blá
12.
Etc etc etc 02:41
Etc, etc, etc (Fernando Henna/Marcelo Segreto) para Joko Henna Vou te mandar pro spam Vou te mandar pro espaço Pra casa do chapéu Pra pqp se pá Pra fora do compasso Vou te deixar na mão Vou te deixar no vácuo Na fossa, na saudade Na seca, na vontade Na bad, no buraco Eu tenho mil razões Pra me desesperar Você não cede, não me add, não me dá Etc, etc, etc. Martírio Martírio de mi alma Me expurga de tu cajá de assuntos a tratar Martírio Martírio de mi alma La bazura de tu casa esta llena de mi
13.
Tilt 02:25
Tilt (Marcelo Segreto) Meu carro morreu Meu marido não funciona Meu telefone não fala Meu filho pifou Meu rádio não canta Deu pau no meu gato Minha tevê só reclama Meu cachorro travou Meu chuveiro não chora Meu pai passou da validade Minha faca tá cega Meu amigo enguiçou Minha guita não grita Minha tia deu tilt Meu relógio não anda Meu laptop gripou Feita com defeito de fabricação No meio desse entulho No barulho Vou cantando essa canção
14.
Estudando Tom Zé (Marcelo Segreto) Uma nave lá do céu Que desceu em Irará Era noite tudo escuro Tropicália alumiará iá iá iá iá iá Depois de estudar o samba Foi se embora ninguém via Ostracimesmadamente Um par de pérola paria ia ia Jardineiro cantador Que plantou um LP E uma década depois O David veio colher iê iê iê iê iê Quase muda a profissão De aedo pra frentista Mas seria a mesma sina Fosse o posto fosse o palco Que seu sangue é gasolina Véio que guenta Com mais de setenta inda quer cantar Pergunto pra ele o segredo Imploro pra me contar Falou o véio Vá comendo abacaxique xique xique Você vai se animar Falou o véio E faz suco do bagaço aço aço Você vai se animar Foi o leite de Maninha? Foi a coca a bile negra? Foi cachaça foi veneno? Ninguém sabe com certeza O diabo do segredo Só quem sabe é Deus e Neusa
15.
Rádio lixão (Marcelo Segreto) Ninguém sabe com certeza Todo mundo quer saber Sei não sei não sei não sei Blá blá blá blá blá blá blá Nem ninguém por que pra quê Todo dia toda hora Só só só por ter sô sô Vou cantando essa canção A palpitar como um refrão Que o vento já levou Futuro saudade Nação face professor Cenário cidade Espaço compasso disco voador Tela rádio relógico Etc etc Sonho despertador

about

Segundo disco da banda Filarmônica de Pasárgada, "Rádio Lixão" contém 15 faixas autorais. Com produção musical de Alê Siqueira e participações especiais de Tom Zé, Guilherme Arantes, Tatá Aeroplano e Kassin, o álbum tem lançamento através do selo Coaxo do Sapo.

credits

released August 23, 2014

license

all rights reserved

tags

about

Coaxo do Sapo BA, Brazil

Encravada no meio da restinga do litoral norte da Bahia, a Produtora Coaxo do Sapo tem como proposta a geração de conteúdo fonográfico e visual, com foco na imersão total nos trabalhos a serem desenvolvidos. Nosso objetivo como produtora fonográfica é ser um ponto de encontro, um local de produção, possibilitando projetos sem interferências externas, num clima de sossego e paz. ... more

contact / help

Contact Coaxo do Sapo

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this album or account

If you like Rádio Lixão, you may also like: