Eu Humano

by OCírculo

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

    PARA BAIXAR O DISCO DE GRAÇA, VOCÊ SERÁ ADICIONADO AO MAILING LIST DA COAXO DO SAPO. BASTA COLOCAR SEU EMAIL, O PAÍS DE ORIGEM E O CEP DE SUA LOCALIZAÇÃO E PRONTO! O SEU EMAIL NÃO SERÁ PUBLICADO E VOCÊ PODERÁ CANCELAR A INSCRIÇÃO NO MAILING A QUALQUER MOMENTO.

      $7 USD

     

1.
03:47
2.
04:23
3.
04:57
4.
02:52
5.
6.
03:40
7.
03:46
8.
03:41
9.
10.
11.
12.
13.
05:43

about

Segundo disco de estúdio da banda de rock de Salvador, desta vez produzido, gravado e mixado entre novembro de 2009 e junho de 2010, nos estúdios da Produtora Coaxo do Sapo, Bahia - Brasil.

www.myspace.com/bandaocirculo
bandaocirculo.com.br

credits

released September 22, 2010

OCírculo:

Daniel Ragoni (Bateria) - Bateria Odery; Pratos Zildjan; e Violão Taylor ("No ar").

Junior Martins (Baixo) - Baixo Fender Jazz Bass (Geddy Lee Signature); e Baixo Acústico ("No ar").

Taciano Vasconcelos (Guitarra)- Fender Stratocaster American Standard; Fender Stratocaster Signature; Fender/Squier Telecaster Custom; Gianinni Les Paul Dragon; Stratocaster Handmade D`Luca; e Violão Taylor ("No ar").

Israel Jabar (Teclados) - Yamaha Motif; MicroKorg; MiniMoog; Hammond C3; Piano Fender Rhodes; Piano Wurlitzer; e Harmonnium ("No ar").

Roy (Voz) - Microfone Cactus.

Produção Musical: Pedro Arantes, Gabriel Martini e Banda O Círculo

Gravação e Mixagem: Gabriel Martini e Pedro Arantes (Coaxo do Sapo)

tags

license

all rights reserved

about

Coaxo do Sapo BA, Brazil

Encravada no meio da restinga do litoral norte da Bahia, a Produtora Coaxo do Sapo tem como proposta a geração de conteúdo fonográfico e visual, com foco na imersão total nos trabalhos a serem desenvolvidos. Nosso objetivo como produtora fonográfica é ser um ponto de encontro, um local de produção, possibilitando projetos sem interferências externas, num clima de sossego e paz. ... more

contact / help

Contact Coaxo do Sapo

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Rosa Maria
Rosa Maria (Roy)

Ela se cobriu de espinhos
Pra enganar a dor
Foi mãe demais
Até mesmo antes de ser mulher

Rosa maria a flor
Se amarela for
Salgarei o meu sorriso
Por um momento bom

Refrão:
Até por que não dá pra ser viver
Sem ser feliz e amar
Se entregar a uma paixão
Até por que não dá pra ser viver
Sem ser feliz e amar
Se entregar a uma paixão

Se só as Rosas choram, por que sofrem as Marias?
Se só as Rosas choram, por que sofrem as Marias?

Juntos a mesa
Uma rosa branca paz floriu,
Pois há amor demais com certeza

Mesmo tudo que se tem pra comer
é um prato quase vazio,
é eu sei...
E avermelhar a flor
Em nome do sentimento
Qual cor teria a rosa
Se eu chorasse sofrimento

Refrão
Track Name: Uma Estória
Uma Estória (Daniel Ragoni e Taciano Vasconcelos)

Tudo que parece sonho
Tudo que nos tira o chão
Cada semente que dança dentro de coração
Cada pedaço de estrada
Cada segundo de vida
No frio da madrugada
Uma historia esquecida

Tudo que vem de nos
Cantando lembranças jogadas ao mar
Pra lembrar de nos
Cantando lembranças jogadas ao mar
Track Name: Gira mundo
Gira mundo (Daniel Ragoni e Taciano Vasconcelos)

Gira mundo e tudo parece parado
Só não sei, onde vou parar
E quando abro os braços pro vento
Ele me carrega

Por muitos planos fui pairar, entendi
Que aonde eu for quem vai estar comigo
É quem já faz parte de mim

E nesse instante eu quero estar com você
Eternamente, tudo que há pra viver
É o agora, o agora, agora

Vem à noite e nela eu vejo surgir a luz
Hoje sei como me guiar
Em cada novo momento,
Na ventania, ou brisa leve

Por muitos planos fui pairar, entendi
Que aonde eu for quem vai estar comigo
É quem já faz parte de mim

E nesse instante eu quero estar com você
Eternamente, tudo que há pra viver
É o agora, o agora, agora
Track Name: Venta
Venta (Daniel Ragoni e Taciano Vasconcelos)

Venta, e o coração a dias me lembra
Vontades que perseguem
Repousam no amanha

Prendo todo ar que cabe em meu peito
Solto de vez e penso
No que virar depois

A dias espero aquele momento
Em paz com você livre no sentimento
De fazer da vida um palco, um show
O show

Tornar cada segundo uma eternidade
Fazendo de um sonho uma realidade
Que vira, gira mundo
E viram verdade
Track Name: Nem tudo na vida
Nem Tudo Na Vida (Junior Martins)

Não há motivos não, não há saída
Essa procura, essa loucura
Tentei pensei demais, pensei até em mudar
Mas não estou sozinho não vou parar

A vida é que então nos dá motivos pra tentar
Seguir a fé não desistir
é a minha história e eu não vou acreditar no fim

Nem tudo na vida...
Track Name: No ar
No ar (Daniel Ragoni)

Só quero ficar
Deixar o olhar
Perdido ao céu
Viajar ao som do mar
Na cadência de uma estrela
Num pedido aos céus
A garoa cai e a lua vai
Se despedir

E quando o sol chegar secarão
Lágrimas que ficarão no chão

Lua, no ar
Assim despida agora
Ô sol, sei que tenho um mundo
Se despeça
Sim espero
Voltar
Track Name: Deixar-se
Deixar-se (Daniel Ragoni)

Deixar-se levar pelos tons
Banhar-se em cores e sons
Seguir o horizonte até que o olhar se perca
Despertar os sonhos antes que adormeçam

Sou levado sou
Na força da fé
Mudo mundo, tudo mudo
Se não der pé
E se não der pé...

Sou guiado e vou
Com o coração
Solto um grito no absurdo
E se Deus quiser
Seja o que Deus quiser

E se a vida vir, der de me derrubar
Vou olhar pra ela, sou mais de encarar
Forte sou levanto
Rumo no meu norte
Ando com os anjos
Conto com a sorte
Track Name: Eu humano
Eu Humano (Daniel Ragoni)

Às vezes parece que não tem sentido
A vida, os dias que se foram e os que virão
Mas vivos estamos, nas mentes,
Juntos unindo, fazendo a corrente
Em som e imagem num pulsar latente, atente

Somos peito e braço, ação, verossímil
A voz, um grito da boca de Deus
Perdidos heróis, somos mais de mil
Somos o sentido que o mundo regeu

Eu e eu, humano
Eu e eu humano e um dia pó
Semente de uma verdade
No âmago liberdade
Das mentes que virão luz
E nunca estão sós

Nunca estamos sós, nunca estamos sós
Buscando o melhor
Nunca estamos sós, nunca estamos sós
Buscando o melhor da melhor forma
Track Name: Eu tinha tanto
Eu Tinha Tanto (Junior Martins)

Eu tinha tanto, tanto pra lhe dizer
Você não quis me escutar nem tentar me entender
Agora acordo sem você por perto
Não vejo o tempo passar

Eu ando só, eu ando tranqüilo
Com meus amigos faço um som
Você foi forte, você me deu asas
Era quem contava às coisas que eu ainda não lia

Quantas vezes eu me perdi
Quantas vezes acreditei
Que o amor é mais que dois
Track Name: No fim da noite
No Fim Da Noite (Daniel Ragoni e Taciano Vasconcelos)

Dou uma volta pra respirar
As verdades que o tempo trás
Dou a volta sem tontear
As veias quentes de vontades
A mente cheia de nós
No fim da noite resta na cidade
Só nós
E no fim da noite resta na cidade
Só nós, só nós

Não adianta fugir
Por mais que queira enganar
Não há melhor lugar
Não adianta fugir
Por mais que queira enganar
Não há melhor lugar pra ir
Que ao lado de quem se ama
Track Name: Em Teus Braços De Novo
Em Teus Braços De Novo (Junior Martins)

Eu que não queria mais te ver
Tão triste assim
nos teus olhos sinto um vazio
Me dizem pra não voltar

Passo o tempo, tempo não passa
E eu, aqui no meu mundo
Conto as horas, conto os segundos
Pra ver a noite chegar

Ah! Como eu queria estar ao teu lado
Ter nos enfeitado de abraços de novo
Sem ter pressa, sem conversa, com paixão

Bem, bem que queria que você me visse
Eu te disse que é tolice, ficarmos assim
Track Name: Pintar e Bordar
Pintar e Bordar (Daniel Ragoni e Junior Martins)

Eu preciso te encontrar
Espero
Tô querendo lhe mostrar
O quanto te quero

Nem faz tanto tempo que estamos juntos
Mas já é tudo pra mim
Estava confuso, mas não me engano
Vê se não faz assim
Quando se quer, nada impede,
Se vai até o fim
E no fim das contas tudo que quero
É mais um pouco de você pra mim

Afim eu to é de quebrar
Seu riso sério
De olhos abertos mergulhar
Em qualquer mistério
E com o tempo vou te provar
O nosso vazio colorir
Vamos pintar e bordar
Um mundo pra nós mais feliz

Foi bom te conhecer, ser feliz
Sonhar, viver um dia bom, com você
Track Name: O Sismo
O Sismo (Junior Martins)

Pare pense estamos em guerra
Todo o mundo quer chegar na frente
Olhe veja um mundo doente
Tantos seres enlatados fabricados pela ambição

O poder e seus muros de aço
Vendo tudo do mesmo jeito
Consumindo aos próprios defeitos
São escravos da vaidade prisioneiros da solidão

Há de haver um lugar mais calmo
Há de haver um lugar

Monstros, pensamentos doentes
Se propagam pelo universo
Vivem entre o céu e o inferno
Mentes giratórias, seres se agridem sem ter visão

Há de haver um lugar mais calmo
Há de haver um lugar